Logo Instituto Reaction

Artigos

Problemas vasculares em atletas amadores: conheço os riscos

Problemas vasculares em atletas amadores conheço os riscos

O esporte é uma das melhores abordagens a serem implementadas para melhorar a qualidade de vida e proporcionar mais saúde física e emocional. Entretanto os atletas amadores, mesmo que não atuam profissionalmente, também submetem seus corpos a treinamentos intensos, podendo acarretar em diversos problemas de saúde, como é o caso dos problemas vasculares em atletas.

 

Sabemos que a prática de atividades físicas é muito benéfica para nossa saúde vascular. Contudo, quando essa prática é realizada de forma excessiva ou inadequada pode favorecer o desenvolvimento de problemas vasculares. Os problemas vasculares se referem a qualquer condição que possa afetar de alguma forma a circulação sanguínea, indo desde quadros de varizes até a trombose venosa profunda. Devido à gravidade desses problemas, é fundamental entender os riscos associados e prevenir complicações.

 

São fatores de risco para o desenvolvimento dessas condições o treinamento intenso sem períodos adequados para descanso, uso de roupas inadequadas, desidratação, entre outros. Também é necessário realizar uma avaliação médica antes de iniciar um treinamento muito intenso, como forma de prevenir problemas vasculares e entender como anda a sua saúde.

 

É importante que os atletas amadores entendam que os problemas vasculares podem se manifestar de diferentes formas, podendo se apresentar como sintomas leves de dor e inchaço e até mesmo problemas mais graves que levam a complicações sérias. Quanto mais conscientes estiverem sobre esse risco, mais fácil será a prevenção e o manejo adequado dessas condições.

 

Tipos comuns de problemas vasculares em atletas amadores

 

Podemos mencionar como problemas vasculares comuns em atletas amadores as varizes, trombose venosa profunda e a síndrome do desfiladeiro torácico. No caso das varizes, nos referimos às veias dilatadas e tortuosas que causam dor, inchaço e sensação de peso nas pernas, problema que pode ser exacerbado pela prática de atividades físicas de alto impacto ou utilização de roupas compressivas.

 

Já a trombose venosa profunda é caracterizada pela formação de um coágulo sanguíneo em uma veia profunda, geralmente localizada nas pernas. Os sintomas dessa condição incluem dor, vermelhidão e inchaço na área afetada.

Leia também: Prevenção de doenças cardiovasculares em atletas de alto rendimento.

A síndrome do desfiladeiro torácico é menos comum, mas é muito relevante no caso de atletas amadores. Essa síndrome acontece quando os vasos sanguíneos ou nervos entre a clavícula e a primeira costela são comprimidos, refletindo em dor no ombro e no pescoço. Alguns pacientes também relatam a sensação de formigamento nos dedos.

 

Essa condição pode ser agravada com a realização de exercícios físicos que envolvem movimentos repetitivos dos braços acima da cabeça, como é o caso do levantamento de peso ou da natação.

 

Leia Também: Quais os principais problemas vasculares em atletas e como prevenir?

Prevenção e tratamento 

 

O primeiro passo para prevenir e tratar os problemas vasculares em atletas amadores é a conscientização sobre os riscos que estão associados à prática de atividades físicas intensas. Nesse sentido, é fundamental consultar um médico especialista antes de iniciar qualquer programa de exercícios mais intensos, permitindo a identificação de fatores de risco individuais.

Leia Também: Como o cardiologista do esporte ajuda na sua segurança e performance?

Além disso, é muito importante também manter uma rotina de hidratação adequada com as necessidades do seu corpo, além de utilizar roupas apropriadas para a prática de atividades físicas.

 

O tratamento dessas condições vai depender muito do tipo e da gravidade do problema. No caso do tratamento para varizes, o médico pode recomendar a utilização de meias de compressão, aplicação de terapia de frio ou de calor e elevação das pernas. Dependendo do quadro e da necessidade do paciente, também podem ser realizados procedimentos como a escleroterapia ou a cirurgia.

 

A trombose venosa profunda é uma condição mais grave, e o seu tratamento geralmente inclui a utilização de medicamentos anticoagulantes. Dependendo do caso, pode ser realizada a colocação de filtros nas veias para evitar que os coágulos consigam se mover para a área dos pulmões.

 

Já o tratamento da síndrome do desfiladeiro torácico costuma incluir a fisioterapia para fortalecimento dos músculos e melhoria da postura ou até mesmo a cirurgia para aliviar a compressão.

 

Independentemente do problema vascular, é fundamental que os atletas amadores contem com o acompanhamento de um médico especialista e Sigam a todas as orientações sobre os seus treinamentos para evitar a piora dos sintomas e proporcionar uma recuperação mais eficaz.

 

Se você é um atleta amador que pratica exercícios intensos, considere avaliar a sua saúde vascular. Agende uma consulta médica para realizar uma avaliação completa e receba orientações personalizadas sobre a prevenção e tratamento de possíveis problemas vasculares.

 

Está gostando do contéudo? Compartilhe!