Logo Instituto Reaction

Artigos

Quais os principais problemas vasculares em atletas e como prevenir?

problemas vasculares em atletas

Quando falamos de problemas vasculares em atletas, é muito comum ouvirmos que a prática de exercícios físicos pode ajudar a prevenir diversos problemas, promovendo uma melhor circulação sanguínea. Manter o corpo em movimento pode ser a chave para garantir uma maior qualidade de vida e evitar inúmeros problemas de saúde.

Para pessoas que já apresentam problemas vasculares, a prática de atividades físicas deve ser acompanhada por um médico especialista, que irá avaliar a intensidade, o padrão e os riscos envolvidos nessa atividade. No entanto, pessoas saudáveis que praticam esportes podem desenvolver problemas vasculares?

Pode se observar um crescimento exponencial da preocupação com a saúde, e cada vez mais pessoas buscando a prática de esportes como uma forma de melhorar a qualidade de vida. Seguindo essa tendência, esportes que demandam grande esforço por parte dos atletas, como o ciclismo, maratonas, iron man e crossfit estão ganhando cada vez mais popularidade e praticantes em todo o mundo.

Contudo, como esses esportes acabam exigindo muito do atleta, há uma preocupação constante com o risco de aparecimento de problemas vasculares. Como vemos constantemente na mídia, alguns atletas que possuem a saúde em dia e acabam sofrendo um mal súbito, muitas vezes vindo à óbito. Por essa razão, há um amplo debate sobre o risco de surgimento de doenças vasculares em atletas de alta intensidade.

Embora o corpo humano seja uma máquina perfeita, as atividades de alta intensidade acabam exigindo mais do corpo do que ele está preparado para suportar, e essa carga pode acabar causando problemas. As articulações e a musculatura acabam sendo desgastadas de forma precoce, envelhecendo antes do tempo que seria considerado natural.

Além das lesões decorrentes do impacto, como fraturas, luxações e desgastes ósseos e cartilaginosos, podemos ver também diversos casos de trombose e outros problemas vasculares decorrentes da prática exagerada de atividades físicas. Com o esforço constante, esses esportes podem causar pequenas lesões na estrutura das veias de forma repetitiva, e resultarem em problemas vasculares sérios.

Quais são os problemas vasculares mais comuns nos atletas?

Varizes

Embora essa condição esteja muito ligada ao sedentarismo, o aparecimento de varizes também é possível em atletas, amadores ou profissionais. Isso porque essa doença também está associada à predisposição genética, podendo ocorrer em indivíduos que apresentam histórico familiar.

Nesse caso, as atividades físicas não podem impedir que as varizes apareçam, mas elas podem minimizar os danos e a gravidade das mesmas. Além da genética, existem alguns fatores que podem contribuir para o surgimento de varizes, como:

• Má alimentação;
• Obesidade;
• Tabagismo;
• Alcoolismo;
• Anticoncepcionais e hormônios.

Quem já possui varizes não está impedido de realizar atividades físicas que exijam alto desempenho dos membros inferiores, pelo contrário. Ao trabalhar os músculos das pernas, essas atividades podem trazer melhorias para o sistema circulatório e ajudar no retorno venoso das pernas. Mas é muito importante buscar o acompanhamento de um médico especialista para avaliar a condição e garantir o melhor tratamento.

Trombose

Diferentemente do que se pensa, a trombose não está restrita a pessoas idosas ou com uma condição de saúde debilitada. Porém, os atletas também estão sujeitos à formação dos trombos (coágulos de sangue anormais), podendo dar início a uma trombose. Dependendo da modalidade esportiva, ela pode ser um fator de risco para essa doença, como as que executam movimentos repetitivos (basquete, handebol e natação) e as que podem causar traumas venosos como quedas, impactos, boladas, etc.

A trombose consiste na interrupção da circulação por um coágulo de sangue, que compromete a função de algum tecido ou órgão. Essa interrupção pode dar origem à problemas graves como:

• Embolia pulmonar: acontece quando uma ou mais artérias do pulmão sofre um entupimento, seja por um coágulo de sangue, fragmento de gordura, colágeno, bolhas de ar, ou até mesmo pela parte de um tumor. Na maioria dos casos, o problema é causado por coágulos provenientes das veias das pernas, caracterizando a Trombose Venosa Profunda.

• Infarto do miocárdio: também conhecido como ataque cardíaco, o infarto do miocárdio ocorre devido a morte das células de uma região do músculo do coração. Essa perda de células ocorre por conta da formação de um coágulo, que interrompe o fluxo sanguíneo da região de maneira súbita.

• AVC: assim como nas doenças anteriores, o Acidente Vascular Cerebral decorre da interrupção do fluxo sanguíneo para o cérebro, que causa a morte das células nervosas. Quando decorre da obstrução dos vasos, essa condição é conhecida como Acidente Vascular Isquêmico.

A prática de exercícios físicos é muito benéfica para a saúde, mas a prática intensa deve ser realizada com cuidado. É muito importante ter cuidado com as atividades que levam o corpo além dos seus limites, pois, ainda que não sejam vistas ou sentidas, algumas lesões graves podem estar ocorrendo dentro do seu organismo.

Por essa razão, mais do que a vontade de se provar e atingir uma performance de alto desempenho, é muito importante conhecer e respeitar os próprios limites. Além disso, para a realização de atividades muito extenuantes, é essencial contar com a ajuda e a orientação de um profissional habilitado para garantir a prática segura.

Outro cuidado muito importante para evitar problemas vasculares em atletas é a hidratação. Muitas vezes, as lesões são agravadas por um quadro de desidratação, aumentando as chances de surgirem varizes e trombose. Mantenha um consumo de água adequado e compatível com as suas necessidades.

Está gostando do contéudo? Compartilhe!