Stent Coronário

Qual a Função do Stent Coronário?

O stent coronário é uma prótese que auxilia em casos de angioplastias coronárias, das quais stents, pequenas molas capazes de desbloquear as placas de gorduras contidas na artéria coronária e permitindo a desobstrução arterial e permitir o livre fluxo para o funcionamento correto da estrutura.

 

Stent Coronário

 

Com a avanço da medicina cardiológica, um novo tipo de stent foi desenvolvido em prol da qualidade de vida do paciente. Os chamados stents bioabsorvíveis são novas próteses desenvolvidas com um material chamado polímero, plástico especial de uso biológico ao contrário do stent tradicional, que é feito de um material metálico. Ademais, a desobstrução por meio de stents convencionais após uma intervenção cirúrgica ocorre de forma instantânea, mais precisamente depois de 30 dias a partir da sua implantação e seguem no organismo do paciente. Por outro lado, os stents bioabsorvíveis levam mais tempo para atuarem, cerca de seis meses, no entanto, quando passam a desobstruir a artéria, a prótese desaparece em questão de dois anos, sem dar sinais de que o paciente utilizou quaisquer tipos de próteses para a desobstrução arterial.

Quando o Stent Coronário Pode ser Utilizado?

A angioplastia, cirurgia na qual se insere as próteses por meio dos stents, seja de quaisquer tipos é utilizada como uma intervenção para a doença arterial coronariana (DAC). A patologia se desenvolve por conta do entupimento das artérias coronárias, que tem a função de irrigar o sangue que é bombeado pelo coração e obstruções podem ocorrer com tais artérias, seja um bloqueio parcial ou necrose, interrompendo toda a circulação, processo chamado de isquemia.

 

Essa obstrução das artérias coronárias é causada pelo acúmulo de gorduras e depósitos de cálcio e o alto nível de colesterol do sangue, prejudicando o transporte de oxigênio que bombeia o músculo. Tal obstrução pode ocorrer em uma ou mais artérias, visto que as coronárias sofrem ramificações para transportar o oxigênio vindo dos pulmões para o coração, causando insuficiência e dor no peito.

Aqui no Instituto Reaction temos especialistas em Cardiologia. Agende seu horário conosco.

Sintomas do Entupimento das Artérias Coronárias

Os sintomas podem ser passados despercebidos em caso de uma obstrução parcial da artéria ou quando se trata apenas de uma artéria. No entanto, quando o bloqueio de gorduras atinge mais de um ramo, o paciente passa a sentir dores no peito, queimação, dor abaixo do externo e dor do lado esquerdo do tórax. Contudo, a dor no peito pode ser um sintoma de outros tipos de doenças que não estão relacionadas à problemas cardíacos e devem ser avaliados antes de qualquer conclusão precipitada.

 

Stent Coronário

 

Estes sintomas causados pelo entupimento das artérias coronárias se mostram presentes durante a prática de atividades físicas, nas quais o corpo faz um esforço e o coração precisa de oxigênio para bombear o sangue que é exigido durante o exercício, causando dores no peito, além disso, emoções fortes também podem desencadear quadros de dores no peio por meio das artérias bloqueadas.

Stent na Doença Arterial Coronariana

Vale ressaltar que não são todos os casos de doença arterial coronariana que se utiliza a intervenção cirúrgica por meio dos stents. A decisão cirúrgica passará pela avaliação do cardiologista, visto que pacientes diabéticos e a quantidade da placa de gordura que está entupindo as artérias.

 

A utilização dos stents bioabsorvíveis, quando exigidos por exames clínicos, torna menor a chance de uma reincidência do entupimento arterial. Contudo, o paciente deve passar a adotar novos hábitos como a prática esportiva, por exemplo, alimentação balanceada com um nível calórico equilibrado.