Liberação Miofascial

Você Sabe o que é Liberação Miofascial?

liberação miofascial

A liberação miofascial é uma técnica de terapia manual que mobiliza manualmente a fáscia muscular, objetivando aliviar a dor muscular, melhorar a mobilidade e a qualidade dos movimentos articulares e reduzir as aderências dos tecidos cicatriciais.

 

O que é a fáscia?

Entenda como fáscia, simplificadamente, um envoltório tecidual composto por colágeno e elastina. Esse envoltório está presente em todo o corpo, principalmente nos músculos.

 

A fáscia é como uma extensa rede que envolve e conecta todo o corpo com trocas de informações neurais, dissipação de tensão, além de gerar suporte e hidratação para os tecidos. Por ser muito inervada, desempenha um papel importante na geração de respostas proprioceptivas e de dor. Por ser resistente e flexível, permite e potencializa a ativação muscular durante os exercícios ou atividades comuns do dia a dia.

 

Restrição da fáscia muscular

É uma alteração no deslizamento entre a fáscia e o músculo, provocando dor e diminuição da mobilidade, tornando a fáscia mais rígida. Essa restrição pode acarretar o tensionamento de estruturas adjacentes e gerar dores não só no músculo como também nas articulações.

 

Muito comum em desportistas, as alterações na fáscia muscular podem gerar quadros inflamatórios, consequentemente, dores de intensidades leves a intensas e ser fator impeditivo da prática esportiva. Muitos são os fatores que geram essa restrição tecidual, dentre elas a alteração biomecânica, desequilíbrios musculares, má postura, recorrência de lesões ortopédicas etc.

O que acha de fazer liberação miofascial? Entre em contato conosco!

Técnicas usadas para a liberação miofascial

Nosso protocolo de Liberação Miofascial consiste no uso de técnicas que vão desde o agulhamento local ao uso de instrumentos específicos. São eles:

 

Dry needling

liberação miofascialAgulhamento realizado na região acometida para redução na dor, tendo em vista o estímulo celular, desencadeando em um efeito vascular com otimização da resposta anti-inflamatório local.

 

Liberação instrumental

Nessa técnica usamos equipamentos específicos que promovem uma melhor abordagem do tecido a ser liberado. Quando combinado com movimentos locais, é possível aprofundar o alcance em áreas mais tensionadas e promover a restauração das funções musculares e o reestabelecimento da mobilidade articular.

 

Liberação manual

Deslizamento realizado com as mãos ou cotovelo, variando direção, pressão e velocidade de aplicação. Potente efeito vasodilatador, aumenta o aporte sanguíneo local e consequentemente alivia a dor e a tensão muscular.

 

Ventosaterapia

Com o uso de ventosas, esta técnica não invasiva exerce uma sucção no músculo afetado, seja por uma dor ou lesão. Esta ação favorece a circulação sanguínea no local por meio da troca de gases que são liberados durante o contato com os pequenos copos de acrílico.

 

O uso indiscriminado da liberação miofascial, sem avaliação prévia e/ou compreensão do fator causal primário de dor pode acarretar lesões mais sérias e um potencial aumento da dor e do quadro inflamatório local. O correto é avaliar e escolher qual a melhor conduta para cada caso.

Para quem a liberação miofascial é indicada?

Apesar de estar atrelada, especificamente, a praticantes de atividades físicas, a liberação miofascial tem uma vasta indicação, uma vez que as restrições fasciais podem afetar diversas pessoas que tem o dia a dia ativo, seja em atividades laborais ou recreacionais.

 

Benefícios da liberação miofascial

A técnica traz benefícios com a finalidade de tratar bem como prevenir lesões, melhorar a performance, auxiliar na redução da tensão muscular, aumento da circulação local, favorece a mobilidade e auxilia na execução dos movimentos.

Profissionais do Instituto Reaction

Conheça um pouco mais sobre os profissionais do Instituto Reaction que atuam nessa especialidade.

Mariana Miranda Nicolosi Pessa

Mariana Miranda Nicolosi Pessa
Terapeuta Ocupacional
  • Terapeuta Ocupacional pelo Centro Universitário São Camilo;
  • Especialista em Terapia da Mão e do Membro Superior, e em Órteses e Próteses pela FMUSP;
  • Capacitação em confecção e manutenção de órteses suropodálicas, próteses de membros inferiores e adequação postural em cadeira de rodas pelo Ministério de Saúde;
  • Membro titular da Sociedade Brasileira de Terapia da Mão – SBTM.